terça-feira, 8 de setembro de 2009

Cinquenta e duas de seguida


Foram 52... cinquenta e duas!

Hoje, dia 08 de Setembro de 2009, a industria anuncia 52 novas produções, já disponíveis no mercado!


Eis a lista:
Título / Produtora
01. Hot 40 Plus 14 / CHANNEL 69 VIDEO
02. Play Bi Four 02 / CHANNEL 69 VIDEO
03. Transsexual Xxx Surprise 02 / TRANNY KINGZ
04. Transsexual Whack Jobs 02 / WHITE GHETTO FILMS
05. My Hairy Cream Pie 12 / WHITE GHETTO FILMS
06. Black Trannys 02 / BACCHUS RELEASING
07. Hairy Situations / BLACK ICE LIMITED

08. 1 On 1 04 / DIABOLIC VIDEO PRODUCTION

09. Battle Of The Babes Alektra Blue Vs / THIRD DEGREE FILMS

10. Br Big Boob Orgy / THIRD DEGREE FILMS
11. Meet The Fuckers 10 / ZERO TOLERANCE
12. Big Butts Like It Big 04 / BRAZZERS DISTRIBUTION

13. Girl Next Door 09 / COMBAT ZONE

14. Slutty Porn Vixxxens / DNA PICTURES

15. Latin Brotha Lovers 06 / EXQUISITE MULTIMEDIA INC.

16. I Swallow 14 / RODNIEVISION (na imagem)
17. Josh And Asante Do Brazil / JUSTIN SLAYER PRODUCTIONS, INC.
18. 16hr Group Whores / LEGEND VIDEO
19. 16hr Best Of The Booty / LEGEND VIDEO

20. 4hr Monster Cock Madness 02 / LEGEND VIDEO
21. Analyzed / LEGEND VIDEO
22. Black Booty Patrol 02 / LEGEND VIDEO

23. Slutty Senoritas / LEGEND VIDEO

24. Super Freaks / LEGEND VIDEO

25. 4hr Monster Cock Invasion 02 / LEGEND VIDEO

26. Tranny 32 {4 Disc Set} / BACCHUS RELEASING
27. Ass Whores 03 / FILMCO PRODUCTIONS
28. 4hr White Anal Milfs / EVASIVE ANGLES
29. Arab Street Hookers 08 / INCREDIBLE DIGITAL

30. Boffing The Nanny / DEVILS FILM
31. I Wanna Buttfuck A Fatty 03 / DEVILS FILM
32. Shes Home Alone / SCREW MY WIFE PRODUCTIONS
33. Girlfun 56 / DREAMGIRLS

34. Night Club Flashers 20 / DREAMGIRLS

35. Theres A Great Big Penis In My Butt / NEW SENSATIONS

36. Ass Mania 02 [Double Disc] / NEW SENSATIONS
37. Double Bubble White Booty 03 / WC PRODUCTIONS WEST COAST
38. Wet Girlfriends / ABIGAIL PRODUCTIONS

39. Black Ass Suffocation 02 / EVASIVE ANGLES

40. Old Enough For Porn 02 Too Young To / ANARCHY FILMS

41. Stepmom And Daughter Three Way 01 / FILMCO PRODUCTIONS
42. Latina Tiny Tits And Anal 01 / FILMCO PRODUCTIONS
43. Milk Maids 01 {4 Disc Set} / FILMCO PRODUCTIONS
44. Tiny Tits Young Chicks 01 {4 Disc} / FILMCO PRODUCTIONS

45. Mature Squirters 01 {4 Disc Set} / FILMCO PRODUCTIONS
46. Hairy Pussies 01 {4 Disc Set} / FILMCO PRODUCTIONS
47. Cum Crazy Black Chicks 01 {4 Disc} / FILMCO PRODUCTIONS

48. 5pk Big Tit Grannies 01 / TTV TOTALLY TASTELESS VIDEO
49. 5pk Tight Blk Pussy Tiny Tits 01 / TTV TOTALLY TASTELESS VIDEO
50. Big Boob Dirty 30s 05 / TTV TOTALLY TASTELESS VIDEO
51. Teen Legs Hose And Toes 01 / TTV TOTALLY TASTELESS VIDEO
52. Grandmas On The Prowl 02 / TTV TOTALLY TASTELESS VIDEO

(Uffff....)


Curiosos com alguma produção em especial?

Basta que pesquisem por qualquer destes 52 títulos "fresquinhos" no Google para penetrarem na gruta do conhecimento e sentirem o jorrar abundante da informação.


Divirtam-se!...

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Sticks e bolas


«A selecção portuguesa conquistou o 15º título no Torneio de Montreux, ao derrotar na final a Espanha, por 3-1. Os golos de Portugal, foram apontados por Ricardo Barreiros, aos três minutos, Valter Neves, aos 27, e Ricardo Barreiros, aos 34, marcaram, enquanto a Espanha apontou o seu único tento por Jordi Adroher (aos 33 minutos).

Portugal arrebatou um título que lhe escapava desde 1997 e desforrou-se da Espanha, que venceu as últimas cinco edições da competição à custa da equipa lusa, batida sempre pela rival ibérica no jogo decisivo.»

Aqui está um desporto em que somos realmente bons! Um desporto em que homens rolam sobre patins e usam os seus sticks e bolas uns contra os outros...

...o que é um possível mote para uma metragem (curta ou longa, decide-se conforme os gostos) daquelas, das boas!

Título já temos: "Sticks e Bolas" (bom, não?), 

argumento... não é preciso, 

só faltam "sticks" e "balizas"... e o resultado já se sabe: um empate a zero - porque as "bolas" não entram!

A temática do hóquei não tem sido explorada pela "industria"... mas "lá fora" já existem produções que podem inspirar os entrepreneurs do métier trungalhunga luso, como é o exemplo de uma obra editada no ano 2000 - na linha de produções "on-ice" tal como o Disney ou Noddy - que cobre bem a dureza deste desporto praticado de stick na mão.

Se é "nisto" que nós somos bons, então força!

E parabéns aos heróis da nação valente pelo jeito com que tão bem roçam os sticks pelas bolas! VIVA PORTUGAL!  

sábado, 28 de março de 2009

Imagens subliminares

Quando oiço a voz do Carlos Ribeiro - o saudoso apresentador do programa Arco-Iris, que ocupava toda a santa tarde de todos os Domingos de grande parte da minha infância - a anunciar mais uma das maravilhas da revolução tecnológica em produtos de limpeza a vapor, com a novíssima Vaporeto da Polti, tenho uma erecção.

Nada tem a ver com o timbre de voz do mito da rádio Popular (http://www.popularfm.com), nem mesmo o facto do homem acompanhar a Merche Romero na apresentação dum programa de televisão - a Merche já não dá tusa.

Tem mesmo a ver com a marca italiana de produtos de limpeza... Já repararam no logótipo? A imagem está no canto superior direito deste texto - podem ver.

Trata-se de um polegar que desaparece enterrado por uma pequena mas densa pintelheira "adentro"!

Ora quando eu enterro o polegar num orifício adjacente a uma pintelheira (ou mesmo se apenas imagino que o faço) - porque é meio caminho para ouvir o gemido perturbadoramente erótico de uma gaja e sentir a cabeça do dedo envolta num lubrificante de lábios natural (nada de porcarias como "Labelos", "Cibelles" ou "Neutrogenas", antes uma naturalmente quente e húmida secreção da mucosa vaginal) - fico excitado, claro que tenho uma erecção!

Existem imagens subliminares, mas aqui existe sexo explícito...

Aliás, está tudo explícito:

Polti - Vapor, ou seja, Polegar na crica - vá por (um preservativo)...

quinta-feira, 26 de março de 2009

Peitaça da Liga


O Pedro Silva, jogador do Sporting - ou, para aqueles que menos ligam à "cousa" do futebol, aquele que mandou uma "peitaça" num árbitro e depois uma medalha fora - escolheu a profissão errada.

Não estou a explorar o facto desse indivíduo ter ou não algumas credenciais como futebolista, mas antes a convicção de que teria muito mais sucesso e aptidão numa outra actividade: a pornografia.

Não é (só) por ser brasileiro, mas o Pedro faz-me lembrar o Frota. Também ele começou numa actividade onde não tinha muito por onde crescer. Então despiu as calças e muitos viram como cresceu. O Frota já estava acostumado com as câmaras, o Pedro com as bolas...

Agora (e mais uma vez) o Pedro Silva vai estar fora de competição por um alargado período de tempo. Seria então o tempo ideal para uns castings e claro, para um nome artístico, porque Pedro Silva nem para futebolista é bom... Pedro Penalti, Pedro Peitaça, Pedro Lança Medalha... ou se calhar algo mais dissimulado... talvez Peitaça da Liga resulte bem.

Não sei quantas semanas de castigo a Liga aplicou ao Pedro Silva, mas como numa semana é possível fazer dois filmes de trungalhunguice - de qualidade já bem boa - ele poderia lançar uma nova carreira com algum à vontade. E até já sei qual a vertente da pornografia que o Peitaça deveria fazer: gay. Afinal, dá mais dinheiro e ele até já está habituado a balneários e a muitos homens nus.

Para o ajudar (e a todos os que gostam de futebol), deixo aqui umas ideias para títulos de filmes em que poderia participar: Inimigo dos Peitos, O erro de Lascivo Baptista ou Perdes tu, levas no...

E o argumento? Qual argumento?!

terça-feira, 24 de março de 2009

Auto-censura de Abrunhosa - Fantasia/Viagens


Na construção de uma letra e sua conjugação com a música, verifica-se quase sempre uma metamorfose de composição evolutiva. Tal como na gastronomia os alimentos, também as letras antes de “cozinhadas” estão cruas, carecem de calor e tempero. Na maioria dos casos, as letras originais quase não são letras, antes meros “lá-lá-lá”, “hum-hum-hum”, “pá-ri-pá-pá”. Depois evoluem para frases semi-completas e finalmente surge o amadurecimento que possibilita a ida para estúdio.

Assim é na generalidade das composições e o caso específico de Pedro Abrunhosa não foge à regra.

As letras das canções que compõem a discografia deste cantor/autor não representam a forma como originalmente foram escritas. Como portuense, o brejeiro – a linguagem simples e explícita do povo do norte de Portugal – surge naturalmente a cada verso imaginado e assim, toda a composição inicial revela uma poesia primária, rude e com certeza, inapropriada ao estilo que este artista defende e assume na sua obra.

É deste modo que a auto-censura faz parte do processo de escrita das letras das canções que figuram nos álbuns Viagens, Tempo, Silêncio, Momento e o mais recente Luz.

Tendo eu acesso às versões originais das letras de todas as canções já editadas em disco por Pedro Abrunhosa, irei – com a devida autorização – apresentar as mesmas neste blogue. Trata-se de material completamente inédito, perfeito para acompanhar com um saboroso e acabado de fazer chá Vascal.

Para começar, escolhi “Fantasia” - do primeiro álbum “Viagens” - uma vez que é uma das letras cuja versão final menos difere da originalmente escrita. Ah!... e como sou fixe, ainda é possível acompanhar a letra enquanto se ouve a canção aqui.

(nota: a “bold” as diferenças, entre parêntesis a letra final gravada em disco).

Tudo se passa em segredo
numa praia à beira mar,
sempre às escondidas do Alfredo (sempre em noites de céu negro),
sem espartilho a atrapalhar (sem estrelas nem luar).
O cenário é um velho hotel,
sem janelas para a rua,
sente-se o poder do gel (sinto-me à flor da pele),
e da borracha fiel (numa guerra sem quartel),
quando te pões toda nua (quando te pões toda nua).

Refrão:

Ah! Se chego ao pé de ti,
deixo logo de pensar.
Ando em louco frenesim,
só te quero devorar...
Ah! Se chego ao pé de ti.

Do sofá à alcatifa,
o teu corpo vai e vem.
Fazes-me sinal p'ra tripa (Fazes-me sentir califa)
e por mim está tudo bem (no nirvana de um harém).
Enrolada nos lençóis
endoideces de prazer,
com leite nos caracóis (arrancaste os caracóis),
dizes: "Já não posso mais",
e não paras de gemer.

Refrão

Com um grande vibrador (Com um gesto sedutor)
penetras vezes sem fim (mergulhas vezes sem fim),
gritas de desejo e dor,
nada pode ser melhor,
queres ficar sempre assim.
Pões-me a cabeça a ferver,
mais em brasa que um tição,
desejo talvez foder (chegas-me a fazer perder),
mas assim não pode ser ((isto assim não pode ser))
espero que volte a tesão (toda a réstia de razão).

segunda-feira, 23 de março de 2009

Apetece-me um chá


Pedi que fosse fazer um chá.

Enquanto foi, fiquei a fazer zapping na sala. Passei pelas Sic(ques) e Rtp(ês) todas - da radical à N(em por isso)...

Parei - como habitualmente - no Hustler. Por lá também se bebia chá, mas chá Vascal.

Uma das coisas que aprecio bastante nos filmes de trungalhunguice é a criatividade dos títulos. O que passava agora enquanto a água fervia era o "Meet the Fuckers 2" - uma paródia à comédia "Uns sogros do pior" - aquela com o Ben Stiller como protagonista.

Na língua inglesa o trocadilho utilizado é muito directo - creio até que os autores da comédia estavam mesmo a pedir meças criativas à (chamada) indústria pornográfica quando escolheram o nome do filme...

Agora em português (se indústria pronográfica lusa houvesse) que paródia seria digna de "Uns sogros do pior"?

"Uns silicones do pior"?, ou talvez: "Uns sogros sem pudor", quem sabe: "Uns sebosos de Rio Maior"...

Na verdade é toda a questão que se levanta em torno do nome dos filmes que acaba por ser interessante e digna de discussão. Sim porque de resto, o que mais se levanta já (quase) todos sabemos...

Enquanto escrevia, chegou com o fumegante chá de frutos vermelhos e eu "continuei" o zapping...

-"Que estás a ver?" - perguntou. "Não sei bem" - respondi: pois claro que não sabia, tinha mudado o canal à pressa - sabia eu lá o que estava a dar... "não estava a dar atenção. Vê o que quiseres." - respondi.

Ligou o DVD e surpreendeu com a escolha: "Rocco no manicómio sexual".

Que título tão fraquinho, pensei.